sexta-feira, 22 de abril de 2011

II ACAMPAMENTO DA JUVENTUDE DO MNLM - PORTO ALEGRE

            Foi realizado nos dias 19 e 20 de Março de 2011, o Acampamento da Juventude do MNLM. Durante os dois dias 50 jovens das regiões de atuação do movimento (Bom Jesus, Morro Santana, Lami, Juca Batista, Ocupação 20 de Novembro...) estiveram reunidos no Espaço Cultural Quilombo da Cooperativa 20 de Novembro no Lami em diversas atividades, debates e oficinas. A atividade teve o apoio da RECID- Rede de Educação Cidadã, do SINTRAJUFE- Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal, CUT - Central Única dos Trabalhadores e da Cooperativa 20 de Novembro.

APRESENTAÇÕES DE ESQUETES DE TEATRO

]
DEBATES
EXIBIÇÃO DE VÍDEOS

TRABALHOS EM GRUPOS

TRABALHOS EM GRUPOS


OFICINA DE SERIGRAFIA


OFICINA DE GRAFFITI

 


JUVENTUDE ORGANIZADA JAMAIS SERÁ PISADA!!! 

 
             Segundo a ONU- HABITAT, um bilhão de pessoas vivem em assentamentos precários em todo o mundo e mais de 70% delas têm menos de 30 anos. Neste sentido, a população jovem representa uma grande parcela dos militantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, o que soma mais um elemento as dificuldades enfrentadas pela juventude, a necessidade de habitação. O público jovem tem demandado especial atenção por parte do poder público e da sociedade civil organizada. Hoje cerca de 50,5 milhões de brasileiros, um quarto da população brasileira, tem entre 15 e 29 anos. Além de representarem 1/3 dos desempregados, os jovens e as jovens da periferia enfrentam o preconceito racial, social, econômico e geracional. 
 
          Um dos desafios mais importantes para o enfrentamento da violação de direitos que sofre a juventude das comunidades populares é de os próprios jovens se entenderem enquanto sujeitos históricos, políticos e sócio-culturais. Para tanto nos últimos anos o Movimento vem possibilitando espaços para o exercício do protagonismo juvenil no enfrentamento das problemáticas que atingem os jovens, através da criação e fortalecimento de núcleos de juventude e da realização de atividades de formação. 
 
         Em 2007 foi realizada a I Plenária Estadual da Juventude do MNLM em Porto, na qual jovens de diversos municípios participaram de 3 dias de formação (sobre temas como redução de danos, relações de gênero, raça/etnia, desenvolvimento urbano, educação, cultura e meio ambiente) e da tradicional Marcha dos Sem. Em 2008 foi realizado o I Acampamento da Juventude de Porto Alegre com o foco na formação em comunicação (serigrafia, audiovisual, graffiti, rádio comunitária, etc), na perspectiva da criação de núcleos solidários de geração de trabalho e renda (Economia Popular Solidária). Em 2009 foi realizado o I Encontro da Juventude do município, preparatório ao I Encontro Estadual da Juventude do MNLM realizado em 2010 no Acampamento da Juventude do 10 ° Fórum Social Mundial, em Novo Hamburgo, do qual também participaram da organização. Também durante o FSM foram realizados o Seminário “Educação Popular no Contexto Urbano” em Sapiranga e o “Acampamento da Reforma Urbana” em São Leopoldo.

No dois últimos encontros nacionais do movimento foi pautada a importância da organização da juventude. No VIII Encontro Nacional, realizado em Janeiro de 2009, em Belém do Pará, foi apresentada e debatida pelo conjunto dos militantes do movimento as pautas da juventude. Também foi encaminhada a realização do I Encontro Nacional da Juventude do MNLM e etapas preparatórias. 
 
A Juventude do MNLM também participou da 1° Conferência Nacional de Juventude em suas etapas estadual e nacional. Também realizou Conferências Livres com os e as jovens do movimento e em comunidades periféricas da cidade em parceria com a Rede Juventudes de Porto Alegre. Outro debate que tem sido pauta é a questão da segurança pública e da política de drogas, também foram realizadas Conferências Livres de Segurança Pública nas ocupações do MNLM na cidade. Além de uma Conferência Livre em parceria com outras entidades (grupo Hospitalar Hospitalar Conceição - GHC, Escola Técnica Mesquita, Cesmar, Senac, Movimento Kizomba, , Redes de Pontos de Cultura (Quilombo do Sopapo, Vila na Trilha, Teia Viva: Arte, Cultura e Saúde e Falando a Gente se Entende), que reuniu 500 jovens que votaram nos sete princípios e 21 diretrizes que foram encaminhadas à Conferência Nacional de Segurança Pública. 
 
        Também na perspectiva de constribuir ainda mais nesse processo gradativo de formação e fortalecimento da organização da Juventude do MNLM foi realizado o II Acampamento da Juventude do MNLM.
  ACABOU A REGALIA É O PODER DA PERIFERIA!!!

Um comentário:

Rodrigo Schley disse...

Parabéns companheirada, vamos em frente, abs.